Natura realiza ações de fomento à cadeia de reciclagem de materiais pós-consumo

unnamed

Para apoiar os profissionais que integram a cadeia de reciclagem de resíduos, um dos setores mais impactados no contexto da Covid-19, a Natura intensifica compromissos com fornecedores de embalagens, cooperativas e catadores no Brasil e na América Latina. Por meio de iniciativas como o Programa Natura Elos e Dê a Mão para o Futuro, ligadas à reciclagem de resíduos urbanos, as ações incluem orientações de cuidado e prevenção, doação de sabonetes e apoio financeiro.

A fim de diagnosticar pontos de maior vulnerabilidade, a empresa realizou escuta de campo com as cooperativas que integram a cadeia de fornecedores no Brasil e nos países da América Latina, levando em conta as recomendações locais dos órgãos governamentais e normas restritivas de funcionamento. Adicionalmente, realizou um mapeamento dos compradores de materiais reciclados para estabelecer conexão com os cooperados.

Como resultado, a Natura reuniu orientações sobre o acesso à Renda Básica Emergencial do Governo no Brasil e promoveu a doação de 53 mil produtos de higiene pessoal na América Latina, além de oferecer apoio financeiro aos cooperados com uma renda complementar. Cerca de 16 mil cooperados fazem parte da rede de catadores que atuam ao lado da Natura e também de associações parceiras no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Peru.

As ações estão sendo realizadas por meio de duas iniciativas principais. O Programa Natura Elos estabelece a responsabilidade compartilhada entre a empresa e cooperativas, recicladores e fabricantes. Desde 2017, a Natura colabora para assegurar a rastreabilidade, a homologação e a logística reversa da cadeia de reciclagem. “Quando trabalhamos com um fornecedor de materiais reciclados, queremos saber quem coleta os resíduos, quem os transforma em matéria-prima reciclada e em que condições socioambientais ele trabalha”, explica Denise Hills, diretora Global de Sustentabilidade da Natura. O Programa mobiliza mais de 57 empresas e instituições de mais de 15 cidades na região sudeste, beneficiando mais de 926 cooperados. Somente por meio dessa iniciativa, 9 mil toneladas de resíduos pós-consumo foram recuperadas.

Já o Dê a Mão para o Futuro, liderado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), envolve 165 cooperativas com mais de 5.500 membros. Em 2019, a iniciativa recuperou o equivalente em massa a 24% de todas as embalagens do setor no país.

Dia Internacional da Reciclagem

O dia 17 de maio foi instituído como o Dia Internacional da Reciclagem pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a Cultura) com o objetivo de estimular a reflexão sobre as questões ambientais e o consumo. A responsabilidade socioambiental ligada ao tema está expressa na causa Mais Beleza, Menos Lixo, um dos direcionadores da empresa para a construção de um mundo mais bonito. “Queremos ampliar o movimento por meio de agendas fundamentais, como a garantia do respeito às famílias que recolhem os resíduos para fazer do lixo não o fim da vida de um produto, mas o começo de uma nova história”, diz Denise.

 

As orientações para enfrentar a pandemia também estão sendo direcionadas às consultoras e consumidores da Natura para garantir que, além de estarem bem informados, eles contribuam com a redução de resíduos ao adotar práticas simples como o descarte correto no período de isolamento. São orientações que vão desde como utilizar e descartar máscaras e luvas de forma adequada e com segurança, bem como dicas para soluções ecológicas que possam ser incorporadas aos hábitos diários. Utilizar composteiras caseiras, optar por produtos com refil e embalagens com menos plástico, além do uso consciente da água na higienização das mãos, são alguns exemplos.

Comentários


menu
menu