Sanfarma substitui plástico por papel em embalagens de gaze

 

Sanfarma2 Sanfarma1

A Sanfarma, empresa que fabrica itens para cuidados com saúde e bem-estar do consumidor brasileiro, investiu em sua primeira embalagem biodegradável para compressas de gaze, que chegará ao mercado ainda este mês. Os invólucros de plástico foram substituídos por embalagens de papel grau cirúrgico. Segundo a empresa, o objetivo é deixar de descartar 20 toneladas de plástico por ano.

Usualmente as compressas de gaze são encontradas em embalagens de plástico devido a necessidade de esterilizar o produto depois de pronto. Porém, a nova tecnologia permite que os recipientes sigam as características determinadas pela Anvisa, que é a de mantê-las estéreis e fechadas hermeticamente.

De acordo com o presidente da Sanfarma, Luciano Biagi, as novas embalagens seguem todas as especificações exigidas, principalmente a de serem esterilizadas a gás óxido de etileno. “Temos o objetivo de sempre buscar inovações, por isso, nos preocupamos em criar uma embalagem que diminuísse o impacto ambiental. Investimos em novas técnicas e junto com o nosso setor de desenvolvimento conseguimos produzir uma embalagem ecológica de papel grau cirúrgico que se decompõe em até 72 horas”, ele explica.

As características e quantidades das gazes nas embalagens são as mesmas. Há duas opções, com cinco e com 10 unidades por pacote. “Nós mudamos apenas a forma de embalar e com isso tivemos uma maior produtividade, em toda a cadeia de confecção do produto”, finaliza Biagi.

Comentários


menu
menu