Krones registra crescimento financeiro em 2018

Krones (300 x 92)A Krones, fabricante de tecnologias de envase e embalagem, continuou a crescer em 2018. A receita da companhia aumentou 4,4%, passando de 3,69 bilhões de euros para 3,85 bilhões de euros. A Krones atingiu, assim, a previsão revisada de crescimento de receita de 4% anunciada no segundo trimestre de 2018. Ajustada pelos efeitos cambiais e de aquisições, a receita no ano passado teve alta de cerca de 5%.

Apesar do valor elevado no número de encomendas do ano anterior, a entrada de pedidos da Krones aumentou 4,5% em 2018, alcançando 3,96 bilhões de euros. O lucro da Krones foi significativamente influenciado por maiores custos de materiais e mão de obra em 2018. A margem EBT (lucro antes de impostos) de 5,3% inclui ao redor de 42 milhões de euros em despesas de reorganização e aquisições. Sem essas despesas, a margem EBT teria sido de 6,4% no ano passado. A maior parte destas despesas são custos relacionados à configuração da nova planta de produção na Hungria.

A Krones conseguiu reduzir bastante o capital de giro entre outubro e dezembro de 2018. Isso teve um impacto positivo no fluxo de caixa livre, que melhorou em 271,4 milhões de euros em comparação ao ano anterior. A relação entre o capital de giro médio e a receita nos últimos quatro trimestres apresentou desempenho superior ao esperado, mantendo-se estável em 27,3%. No geral, a Krones continua a possuir uma estrutura financeira e de capital muito robusta.

Todos os números indicados neste balanço são preliminares e estão sujeitos a alterações no decorrer de uma auditoria a ser feita por auditores independentes. O Relatório Financeiro final de 2018 será publicado em 21 de março de 2019.

Com base nas perspectivas macroeconômicas atuais e no desenvolvimento dos mercados relevantes para a Krones, a empresa espera um crescimento de receita de 3% em 2019. Para atingir suas metas corporativas de médio prazo, a Krones continuará trabalhando em prol de uma estrutura global voltada para o futuro.

A empresa não aguarda nenhum alívio perceptível nos preços dos materiais em 2019 – o mesmo se aplica aos custos de mão de obra. Os aumentos dos preços da Krones em máquinas e equipamentos de envase e embalagem e em soluções de tecnologia de processo, feitos a partir de 1º de maio de 2018, provavelmente terão um leve efeito positivo nos ganhos do exercício financeiro de 2019. A Krones almeja uma margem EBT de cerca 6% para 2019. A relação entre o capital de giro médio e a receita para este ano deve ficar em 26%.

Comentários


menu
menu