Schär inicia produção no Brasil

Schar

Com investimentos de cerca de 10 milhões de reais, a italiana Schär, que há seis anos atua no Brasil, acaba de iniciar a produção local de pães e farinhas sem glúten. A unidade brasileira localizada, em Campo Largo (PR), é a décima fábrica do grupo no mundo e a primeira na América Latina, e irá atender ao mercado local e outros países sul-americanos.

O Brasil, em função de seu potencial de crescimento da categoria sem glúten, é um dos mercados mais importantes para a estratégia de crescimento da Schär.  Por isso, após estudar detalhadamente o mercado local de pães industrializados e os hábitos dos brasileiros, a empresa desenvolveu receitas únicas para atender a demanda do mercado nacional.

Os primeiros pães produzidos no país são o pão de forma tradicional e o pão de forma multigrãos, produtos de consumo diário.  Além disso, a marca lança, pela primeira vez, a Farinha Multiuso, uma demanda antiga do consumidor local.

“Investindo no mercado brasileiro, a Schär contribui para a valorização da cadeira produtiva e para a geração de empregos no país. Além de proporcionar mais agilidade para atender o mercado. Com os produtos feitos aqui, o varejo terá mais tranquilidade para organizar seu estoque evitando rupturas e o consumidor deve encontrar os produtos com mais facilidade em sua loja de preferência”, afirma o diretor geral da empresa no Brasil, Fernando Menezes.

A Schär chegou ao Brasil em 2012 com pouco mais de 150 pontos de vendas. Atualmente, está em mais de 6 mil estabelecimentos no país e apresentou um crescimento superior a 300% em quatro anos.  No mundo, a Schär está presente em mais de 70 países e possui um faturamento mundial na ordem de 400 milhões de euros.

Os tradicionais pães de forma e multigrãos da marca, ambos de 200 gramas, foram reformulados e uma receita exclusiva foi desenvolvida para o mercado brasileiro. Com uma embalagem atraente, os pães serão acondicionados em atmosfera protetora, conforme padrão internacional da marca, o que permite oferecer uma validade de três meses em temperatura ambiente.

A Farinha Multiuso, de 500g, que também chega com nova receita. O produto sem glúten pode ser utilizado para o desenvolvimento de pães, bolos, massas e o que mais a imaginação permitir. “Oferecer uma farinha única para diversos tipos de receita era uma demanda do consumidor, além disso, a Farinha Multiuso será vendida em embalagem de 500 gramas, que é o padrão nacional para este tipo de produto. Hoje, o produto importado é vendido em embalagens de um quilo, o que muitas vezes leva o consumidor a escolher uma opção com preço visual mais baixo, porém com preço similar por quilo”, explica Fernando.

Comentários


menu
menu