Tecnologia adesiva avançada para garrafas retornáveis

garrafas-de-cervejaNa esteira do crescimento do uso de garrafas de vidro retornáveis no Brasil (atualmente uma fatia de 51% do total da bebida comercializada no País, segundo o Sistema de Controle de Produção de Bebidas – Sicobe), a Henkel está oferecendo às cervejarias o Aquence XP 1190. É o primeiro adesivo no mercado brasileiro capaz de manter o rótulo por até trinta dias em um balde de gelo, ao mesmo tempo em que permite sua remoção com facilidade quando em contato com uma solução alcalina com água a 80oC, como atestado em testes feitos internamente.

A empresa alemã, que afirma ser pioneira no desenvolvimento de tecnologia adesiva voltada para garrafas retornáveis, lembra em comunicado à imprensa que “o adesivo do rótulo tem um papel muito mais importante do que apenas colar, precisando resistir ao teste IWR (Ice Water Resistance), que simula as condições de um balde de gelo”. Além disso, segundo a empresa. Além disso, esse complemento da embalagem precisa ter ciclo de vida de meses e, ao mesmo tempo, ser lavável, para que o vasilhame possa ser reutilizado por outra cervejaria que não a que o utilizou anteriormente.

A Henkel afirma também que essa tecnologia garante ainda alta produtividade e ótimo rendimento. Nos testes, a quantidade de adesivo utilizada na rotulagem baixou de 30 gramas por hectolitro para 10 gramas por hectolitro para a mesma quantidade de envase. Outro benefício do Aquence XP 1190 é a substituição do uso da caseína, substância derivada de leite bovino, para uma fórmula sintética do adesivo. Com a mudança, assegura a Henkel, pode-se garantir secagem rápida, melhor estabilidade, menos sujeira na máquina e custo mais baixo, já que sua fórmula do produto não está mais atrelada às flutuações do mercado pecuário. “Graças a esses diferenciais”, diz o comunicado, “as cervejarias podem ter mais criatividade no layout de seus rótulos, com impressões vibrantes e formato no-label look, adesivos transparentes que geram a ilusão de que a impressão foi feita na própria garrafa.”

Comentários


menu
menu