Por maior interação em 2018

Após as curtas e cansativas férias de final de ano (por termos ficado planejando o futuro imediato e distante de nosso empreendimento), retomamos com esta primeira newsletter de EmbalagemMarca de 2018 o contato com nosso público, na expectativa de ampliarmos a interação com a cadeia de valor de embalagem. Neste sentido, queremos reiterar aqui uma solicitação que é permanente: a de que os agentes dessa corrente não hesitem em entrar em contato com a redação e com os demais departamentos da Bloco de Comunicação caso tenham críticas e sugestões a fazer.

Nestes quase dezenove anos de presença de EmbalagemMarca no mercado, marcada após a estreia da revista por uma série de ações inovadoras na área editorial especializada em embalagem, influindo mesmo na mudança a que isso levou outras publicações existentes, e depois no desdobramento do carro-chefe da editora para outros meios além do impresso, chegamos a este momento de nossa trajetória enfrentando as mesmas dificuldades que a economia do País impõe a todos os setores. Seria desanimador, não fosse esse um panorama que, com maior ou menor intensidade, se repete. Embora não seja tão fácil quanto desejaríamos nós e, acreditamos, o restante da sociedade brasileira, essa repetitividade tem o mérito de nos ensinar e a persistir. Crises, é certo, nos abalam, de uma ou de outra maneira. Mas também nos fortalecem, na medida em que as enfrentamos e as superamos. Tanto é assim que aqui estamos presentes, para ao lado dos demais elos componentes da corrente do packaging, transpormos mais esta etapa.

Sabemos, no entanto, que nenhuma das peças que compõem a cadeia tem tanta força, isoladamente, quanto pode ter se atuar integrada com as demais. Por isso, sem querer nos alongarmos além do necessário, reiteramos a lembrança de que está mantida nossa determinação de, nos limites de nossas possibilidades, atuarmos como elemento transmissor das necessidades e expectativas dos integrantes desse universo tão rico de possibilidades que é o setor de embalagem em todas suas ramificações.

Comentários


menu
menu