Pernod Ricard Brasil adota tampas de Plástico Verde da Braskem

A Pernod Ricard Brasil anunciou a adoção do Plástico Verde I’m green, da Braskem, nas tampas dos produtos de seu portfólio local. O investimento em polietileno  (PE) verde é o primeiro do mundo de uma empresa de destilados e é resultado da combinação de inovação, tecnologia e sustentabilidade.

Iniciado há um ano, o projeto de substituição da tampa plástica tradicional pela de polietileno de origem renovável, produzido a partir de etanol de cana-de-açúcar, foi desenvolvido pela Braskem em colaboração com as empresas Guala e Plastamp, fornecedores locais da Pernod Ricard Brasil.

“A Plastamp sempre priorizou a inovação, sustentabilidade e tecnologia na matriz de desenvolvimento de seus produtos”, afirma Norberto Coelho, diretor comercial da Plastamp.

Na visão do gerente comercial da Guala, Silvio Marcellini, “o projeto com a utilização de Plástico Verde na produção de tampas de segurança (core business da empresa) é visto pela Guala Closures Group como outro passo significativo e estratégico em seu compromisso com a sustentabilidade e de trabalho em parceria com seus fornecedores e clientes”.

“O Plástico Verde já é uma realidade no dia a dia de pessoas de todo mundo e sua presença está cada vez mais evidente”, ressalta Alexandre Elias, diretor de Químicos Renováveis da Braskem.

Lançado há cinco anos, o Plástico Verde I’m green é resultado de um longo trabalho de pesquisa. Por ser produzido a partir de um material de fonte renovável, ajuda a capturar e fixar o CO2 da atmosfera, o principal causador do efeito estufa, representando, aproximadamente, 2,15 toneladas de gás carbônico para cada tonelada de eteno produzida.

Comentários


menu
menu