Consumo de alumínio para embalagens cresceu 6,8% em 2014

A Associação Brasileira do Alumínio – ABAL informou nsta segunda-feira (13/4) que o consumo de produtos de alumínio pelo segmento de embalagens foi de 475,9 mil toneladas em 2014, crescimento de 6,8% em relação ao ano anterior, quando o volume foi de 445,4 mil toneladas. “A substituição de outros materiais pelo alumínio impulsionou esse crescimento”, explica o presidente executivo da ABAL, Milton Rego. O setor de embalagens, atendido por chapas e folhas, é o principal mercado de alumínio no Brasil, respondendo por 33% da demanda.

Comentários


menu
menu