Acordo para descarte de embalagens está na fase final

A análise jurídica do texto do acordo setorial para a implantação do sistema de logística reversa de “embalagens em geral” deverá ficar pronta nos próximos dias, e em seguida seguirá para o chamado “grupo de coalizão” (22 associações que representam comércio, indústria e distribuidores de produtos domésticos, como alimentos e bebidas). O setor deverá voltar a discutir a redação ainda em fevereiro.

“Essa nova discussão será muito importante para finalizar esse acordo setorial. Os próximos dias serão decisivos para as negociações com os setores que devem cumprir a logística reversa”, afirma a diretora de Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Zilda Veloso.

O texto do acordo foi submetido à consulta pública, entre 15 de setembro e 15 de outubro do ano passado, e foram recebidas mais de 900 sugestões de alterações. “Essencialmente, o Ministério do Meio Ambiente media as negociações para que seja feita a separação de materiais seco e orgânico, a redução de resíduos e o encaminhamento de embalagens para o mercado de reciclagem”, explica Zilda.

Comentários


menu
menu