Indústria de embalagens deve fechar 2014 com queda de produção

A produção de embalagens no Brasil deve encerrar o ano com queda de cerca de 1 por cento. A expectativa foi divulgada nesta quarta-feira pela Associação Brasileira de Embalagem (Abre). Segundo a entidade, o resultado é pior que o cenário traçado para o setor em agosto deste ano.

Naquele mês, estudo realizado pelo Ibre/FGV, encomendado pela Abre, estimava que a produção física teria estabilidade neste ano em relação a 2013, com retomada na produção no segundo semestre, o que compensaria a queda de 0,73 por cento medida no primeiro semestre. A melhora não ocorreu como esperado e a produção deve ficar abaixo da previsão apontada no cenário mais pessimista do estudo, de queda de 0,7 por cento em 2014.

Apesar da queda de produção, a Abre espera aumento do faturamento da indústria de embalagens neste ano, influenciado pela oscilação dos preços das matérias-primas e pelo foco de empresas em produtos de maior valor agregado e na contenção de custos.

Comentários


menu
menu