Clariant cria nova marca para masterbatches líquidos

A Clariant criou uma nova marca global que integra os produtos, a tecnologia e os serviços oferecidos em sua linha de masterbatches líquidos. HiFormer é um sistema de alto desempenho de concentrados líquidos de aditivos e cores, equipamentos de aplicação e conhecimento técnico para permitir que designers, brand owners e convertedores  trabalhem juntos de maneira eficiente e desenvolvam novos e melhores produtos e embalagens.

“A Clariant está comprometida a ajudar os clientes a se diferenciarem no mercado e alcançarem o sucesso comercial”, explica Juelso Ronchini, gerente de Produto de Masterbatch Líquido para América Latina.

O sistema HiFormer é baseado em três elementos principais:

1. CONVERSE (CONVERSA) – ocorre quando todos os participantes definem os parâmetros do projeto e identificam os principais objetivos e possíveis limitações. Essa fase de investigação tem o propósito de reunir as informações necessárias para tomar uma decisão plenamente embasada sobre qual solução de masterbatches oferece mais benefícios.

2. CO-CREATE (COCRIAÇÃO) – fase na qual a Clariant, o brand owner e o transformador de plásticos trabalham juntos para desenvolver soluções personalizadas de acordo com as necessidades específicas da aplicação.

3. COMPLETE (CONCLUSÃO) – depois que as decisões importantes foram tomadas, a equipe global da Clariant entra em ação para garantir que o processo continue com um bom desempenho e gerando rentabilidade no longo prazo.

Segundo a Clariant, o sistema HiFormer proporciona vantagens que permitem ampliar o uso de concentrados líquidos de aditivos e cores nos segmentos de embalagem e bens de consumo da indústria plástica. São altamente concentrados, por isso é necessário menos quantidade para conseguir uma cor viva e brilhante, principalmente em polímeros transparentes e translúcidos. A empresa diz que a eficiência no processamento pode gerar alta produtividade a um custo total reduzido.

Os masterbatches líquidos da Clariant podem ser usados em praticamente todos os processos e resinas termoplásticas, inclusive extrusão, injeção e sopro (EBM). Eles são compatíveis com os aditivos comumente usados.

Comentários


menu
menu