Indústria química discute normas do transporte de produtos perigosos

No próximo dia 23, as indústrias químicas e petroquímicas do Estado de São Paulo vão se reunir para discutir sobre o tema “Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos”. A engenheira química e consultora do Sinproquim (Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos para Fins Industriais e da Petroquímica no Estado de São Paulo), Glória Santiago Marques Benazzi, é convidada para apresentar os processos e traçar parâmetros para essa especialidade de transporte rodoviário, requisitados pelas normas brasileiras.

A legislação sobre transporte terrestre de produtos perigosos é regulamentada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que é baseada nas recomendações do Comitê de Peritos em Transportes de Produtos Perigosos das Nações Unidas.

A legislação prevê que o transporte rodoviário, por vias públicas, de produtos classificados como perigosos, podem representar riscos à saúde, à segurança pública e ao meio ambiente. Logo, é necessário aplicar exigências detalhadas ao transporte desses produtos, como marcação, classificação, rotulagem das embalagens, sinalização dos veículos e equipamentos, e documentação, entre outras. A especialista também vai abordar os enquadramentos pelo não cumprimento das normas.

Serviço:

Palestra “Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos”
Data: 23 de outubro de 2014
Horário: 8h30
Local: Sede do Sinproquim, R. Rodrigo Cláudio, 185, Aclimação, São Paulo (SP).
Investimento:
Associado ao Sinproquim R$ 50,00
Não Associado ao Sinproquim R$ 150,00
Inscrições: eventos@sinproquim.org.br ou (11) 3287-0455

Comentários


menu
menu