Ibema prepara entrada em novos mercados na América do Sul

Tradicional parceiro comercial do Brasil, a Argentina representa hoje, aproximadamente, 55% das exportações da fabricante de papel cartão Ibema para a América do Sul. O continente é o principal importador dos produtos da empresa: 67% do volume das exportações destinam-se aos parceiros do Mercosul.

“A Argentina para nós é uma extensão do mercado brasileiro. Essa relação foi iniciada há 27 anos e hoje nossa presença nesse mercado é muito forte. Símbolo disso é o nosso representante exclusivo, que vive em Buenos Aires. Ele conhece a estrutura da empresa de ponta a ponta e leva os valores da Ibema, numa relação bastante próxima, para cada cliente”, explica Diego Gracia, Supervisor de Exportação da Ibema.

Além da Argentina, a Ibema exporta regularmente para o Uruguai, Bolívia e Paraguai, o que representa cerca de 20% de todo o volume de produção. No Paraguai, por exemplo, a empresa vive um momento de consolidação no mercado. “Levamos os produtos e serviços da Ibema a todo o mercado por meio de diversos canais. O contato direto com gráficos de médio e grande porte estreita os laços e aumenta a sinergia. Pequenas gráficas têm acesso aos produtos através de canais de distribuição especializados e também desfrutam de nosso Suporte Técnico e Seminários direcionados ao desenvolvimento do mercado. Nosso atendimento direto e frequente ao mercado promove uma interação espetacular entre as partes, o que reflete numa resposta imediata às necessidades do mercado”, contextualiza Saulo Chessio, Executivo de Vendas.

A tendência, segundo os executivos da Ibema, é expandir cada vez mais as relações comerciais com os países vizinhos. Os mercados da Bolívia, bem como o da Colômbia, têm sido trabalhados desde o começo deste ano e mostram uma capacidade de absorção da linha de papel cartão muito grande. “Agora em setembro de 2014 estamos concretizando nossa primeira exportação para a Colômbia, após muitos anos sem nenhuma relação comercial”, relata Gracia.

Segundo o supervisor, a Ibema está atenta às movimentações do mercado e estuda os próximos passos. “É importante entender que a empresa amadureceu sua mentalidade quanto à exportação. Vamos avançar em mercados que, segundos nossos critérios, julgamos interessantes. Precisamos estar seguros que teremos condições de levar à esses mercados o jeito Ibema de relacionamento, a proximidade, o serviço, a qualidade, o suporte e principalmente a continuidade e regularidade, sem oportunismo”, conclui.

Comentários


menu
menu