GS1 Brasil cria aplicativo gratuito para consulta de produtos

App_InbarA Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil desenvolveu o aplicativo Inbar, que faz a leitura de diferentes tipos de códigos de barras pela câmera do smartphone ou tablet. A ferramenta é gratuita e está disponível para download nas plataformas Android, iOS e Windows Phone.

O aplicativo fornece dados sobre produtos e itens logísticos, a partir da interpretação dos códigos de barras, para os associados GS1, colaboradores e consumidores em geral. O consumidor pode saber sobre a origem de alimentos, por exemplo, como foi produzido, data de validade, processo de embalagem, como recorrer ao fabricante e qualquer outra informação que o produtor incluir. O aplicativo Inbar consegue capturar e interpretar dados dos padrões de códigos EAN-13, GS1 DataBar, GS1 DataMatrix, GS1-128, GS1 QRCode e QRCode.

O objetivo do Inbar é facilitar acesso às informações confiáveis e detalhadas dos produtos e também das empresas aos consumidores. “Utilizar o próprio código de barras EAN-13, sem a necessidade de gerar um QRCode, estimula que mais empresas busquem fornecer, em seus sites, informações e promoções de produtos”, diz o presidente da GS1 Brasil, João Carlos de Oliveira. Nem todas as companhias, entretanto, já publicam dados detalhados sobre seus produtos nessa ferramenta. Assim, o consumidor encontrará os produtos detalhados apenas das empresas que se dispuserem a fazer uso da tecnologia. Outra vantagem do Inbar é que ele verifica a data de validade dos produtos nos códigos GS1 DataBar.

 

Tipos de códigos de barras lidos pelo aplicativo:

EAN-13 (13 dígitos) –  É o mais utilizado para a identificação de produtos com leitura nos caixas do varejo, não só no Brasil. A estimativa é de que há seis bilhões de leituras deste código por dia no mundo.

GS1 DataBar – Código de barras com capacidade de codificar uma série de dados adicionais ao código do produto, como data de validade, número de lote e peso líquido. Possibilita a identificação de produtos com espaço limitado. Artigos como cosméticos, componentes eletrônicos e de telecomunicações, ferragens e joias poderão ser facilmente identificados. No Brasil, esse padrão de código começa a ser testado em supermercados para informar a validade de produtos perecíveis como frutas, legumes verduras, embutidos, carnes, aves e peixes.

GS1 DataMatrix – Símbolo bidimensional para aplicações especiais, que permite codificar informações em espaços muito menores que os códigos lineares e agregar informações adicionais como código do produto, lote e validade, além de permitir a serialização do item, aumentando o controle e a rastreabilidade dos produtos. Tornou-se o principal código do segmento da saúde por permitir a identificação de itens tão pequenos quanto uma ampola de 5 ml, permitindo a rastreabilidade e garantido a segurança do paciente. O GS1 DataMatrix exige um leitor de código de barras bidimensional. Não é muito indicado para identificação de itens que precisam passar pelo ponto de venda e, sim, para rastreabilidade e logística.

GS1 QR Code – A GS1 Global incorporou em seus padrões o QR Code, um dos códigos mais populares entre o público.  Com a certificação pela GS1, o código de barras bidimensional  — muito utilizado em ações de marketing — poderá ser usado também para fazer a identificação de itens comerciais dentro da cadeia produtiva, pois poderá armazenar informações adicionais, como se fosse uma embalagem estendida.

GS1-128 – Quando se fala em logística, o Suporte de Dados GS1-128 é o padrão-ouro. O código de barras GS1-128 pode conter todas as chaves de ID (identificação) GS1, e também as informações variáveis, como números seriais, datas de vencimento e medidas. É uma simbologia linear, com a vantagem de ser mais comprimida que outras tecnologias lineares. O código de barras GS1-128 assumiu importância maior nos últimos anos devido aos requisitos crescentes de rastreabilidade mais rigorosa de produto. De fato, uma etiqueta de transporte com um código de barra GS1-128 é o ponto central de qualquer sistema de rastreamento baseado em padrões globais. O GS1-128 é flexivelmente configurável, tornando-o totalmente adaptável a uma grande variedade de necessidades. Pode ser lido com diversos leitores óticos a laser disponíveis.

Comentários


menu
menu