Dell captura gases de efeito estufa para produzir embalagem

DellEm um novo passo de seu projeto de sustentabilidade, a Dell anunciou que adotará embalagens feitas de… ar. A partir de setembro, os notebooks da série Latitude não serão mais envolvidos em sacos protetores feitos de plástico convencional, mas de plásticos derivados de uma tecnologia chamada AirCarbon, em que resinas são obtidas por meio do “sequestro” de gases da atmosfera.

Desenvolvida pela empresa americana Newlight Technologies,  a AirCarbon baseia-se na captura de gases de efeito estufa, como dióxido de carbono e metano, para sua bioconversão em um termoplástico da família do PHA (polihidroxialcanoato, um poliéster de fonte biológica). O processo ocorre graças a um biocatalisador especial desenvolvido pela Newlight, em que micro-organismos isolam o carbono para posterior rearranjo das moléculas em um processo de polimerização.

A captura de gases pode ser feita em reatores instalados em indústrias, fazendas, estações de tratamento de água, aterros e usinas de energia. Inaugurada em agosto de 2013 na Califórnia, a primeira linha de produção de AirCarbon utiliza carbono gerado em um digestor de resíduos agrícolas.

“A tecnologia permite melhorar o ar que respiramos produzindo um plástico com o mesmo desempenho e com custo menor do que os de opções tradicionais, como polietileno e polipropileno”, garante Mark Herrema, diretor da Newlight. Inicialmente, a Dell utilizará as embalagens de AirCarbon nos Estados Unidos e no Canadá, mas já anunciou que pretende utilizar a mesma tecnologia em todo o mundo.

Comentários


menu
menu