Tetra Pak adota polietileno verde nas embalagens produzidas no Brasil

A Tetra Pak anunciou hoje que todas as embalagens produzidas no Brasil utilizarão o polietileno de baixa densidade (PEBD) feito a partir da cana-de-açúcar, nas camadas protetoras. Combinado ao papel, o biopolímero aumenta o porcentual de materiais renováveis na embalagem para até 82%.

A partir desse mês, todas as embalagens produzidas no Brasil e fornecidas para os mais de 150 clientes da Tetra Pak no país terão o plástico de fonte renovável em sua composição. Isso significa que mais de 13 bilhões de embalagens cartonadas serão produzidas anualmente com a nova matéria-prima.

Produzido pela Braskem, o PEBD de base biológica usada nas caixas tem as mesmas propriedades físicas e químicas do polietileno tradicional, derivado de combustível fóssil.

De acordo com Eduardo Eisler, vice-presidente de estratégia de negócios da Tetra Pak, o objetivo da empresa com o lançamento é fornecer aos clientes e consumidores inovações que agreguem valor com custo competitivo, funcionalidade e desempenho ambiental.

Inicialmente o mercado brasileiro foi priorizado, mas o uso do plástico verde deve ser ampliado para outros mercados no futuro.

Comentários


menu
menu