Optima fecha 2013 e inicia 2014 com crescimento

O Grupo Optima, com sede na Alemanha, encerrou o exercício financeiro de 2013 com um aumento no volume de vendas consolidadas superior a 300 milhões de euros. A estratégia do fabricante de máquinas de embalagem e técnicas de processos, que oferece tecnologias de ponta e projetos adaptados às particularidades de cada ramo de atividade, permite manter uma previsão otimista para o futuro.

O volume de vendas, que no ano anterior atingiu 240 milhões de euros, foi nitidamente ultrapassado. “O exercício de 2014 também apresenta um desenvolvimento satisfatório até o momento”, afirma Hans Bühler, sócio gerente da OPTIMA packaging group GmbH. Mais de 85% das vendas correspondem a exportações.

Segundo relata a Associação Alemã dos Fabricantes de Máquinas e Instalações (VDMA, na sigla em alemão), a construção de máquinas de embalagem na Alemanha continua exercendo um papel excepcional no ramo da engenharia mecânica. Também segundo a VDMA, o volume de pedidos de máquinas de embalagem registrado por todos os fabricantes alemães teve um aumento real de 5% em 2013. Os dados estatísticos referentes ao último trimestre (de outubro a dezembro) apontam para um aumento de 10% em relação ao mesmo período de 2012. Os sinais conjunturais continuam positivos para este ramo de atividade, assim como para a Optima.

Ao final de 2013, a empresa contava com uma força de trabalho de mais de 1 800 funcionários em suas três unidades alemãs e treze unidades internacionais. Na Alemanha, o Grupo Optima tem cerca de 1 500 funcionários, sendo 1 300 na matriz, em Schwäbisch Hall.

Os quatros setores de atividade da empresa – Pharma, Consumer, Nonwovens e Life Science – s desenvolvem e fabricam máquinas de embalagem e técnicas de processo específicas para cada ramo de atividade, processando produtos alimentícios, cosméticos, químicos, seringas farmacêuticas pré-envasadas, curativos, produtos higiênicos de papel e muitos outros produtos. A tendência constante destes setores é a automação: as funções “clássicas” de embalagem, como envase e fechamento, são combinadas à robótica, tecnologias de montagem, higiene e esterilização, liofilização, conversão, entre outros processos.

Sinergias tecnológicas têm ocupado uma posição muito importante no Grupo Optima ao longo dos anos. A reorganização das áreas de fabricação, por exemplo, conduziram a resultados positivos e novos desenvolvimentos. Além disso, também ocorre uma transferência de tecnologia entre os diferentes setores da empresa: se a indústria de produtos farmacêuticos, por exemplo, precisar de uma solução para embalagens particularmente volumosas, haverá uma estreita colaboração com a área Consumer, a qual poderá contribuir com know-how e tecnologias adequadas. A liderança tecnológica em muitos setores, tais como: linhas de alto rendimento para produtos higiênicos de papel; embalagens individuais de café, concentrados de bebidas e leite em pó; assim como muitas outras inovações, são pilares do sucesso da empresa.

Comentários


menu
menu