Basf tem novo presidente na América do Sul

A partir de hoje, 1º de outubro de 2013, a BASF na América do Sul tem novo presidente. O alemão Ralph Schweens, de 48 anos, com mais de 20 de trabalho no Grupo BASF, assume o cargo. Desde 2009 Ralph foi responsável pelas operações da empresa no México, América Central e Caribe.  O executivo afirma que vai centrar esforços e foco para explorar todo o potencial da região e dar continuidade aos  projetos em desenvolvimento, principalmente a construção do complexo acrílico no Estado da Bahia, maior investimento da empresa, no valor de 500 milhões de Euros.  “O meu desafio é ajudar a BASF na região a continuar a crescer com rentabilidade e sustentabilidade, desenvolvendo produtos e soluções inovadoras para nossos clientes e engajar nossos colaboradores para o seu contínuo desenvolvimento”, ressaltou.

Nascido em Offenbach, na Alemanha, em 1964, Ralph tem formação em administração de empresas pela Universidade de Mannheim.  Ingressou na BASF em 1990 como consultor de marketing, e em 1995 assumiu a função de gerente de marketing Estratégico da BASF no México. Schweens foi designado, em 1997, para a função de gerente de vendas de Plásticos e, posteriormente, em 1998, assumiu a diretoria de Agro e Produtos Químicos, também no México.

Já em 1999, Schweens regressou à Alemanha, onde assumiu a Diretoria de Vendas de Polímeros para a Europa, em Frankfurt. Dois anos depois, o desafio foi a vice-presidência sênior do Grupo de Indústria de Construção e Adesivos, na sede da BASF, em Ludwigshafen, Alemanha. Em 2005, Schweens foi designado para a vice-presidência sênior de marketing estratégico da Unidade de Poliuretanos, em Bruxelas. Em abril de 2009, Schweens assumiu a Presidência do Grupo BASF no México, com responsabilidade também pela América Central e Caribe.

 

Comentários


menu
menu