Produção de embalagens cresce 2,66% no primeiro semestre

A produção da indústria brasileira de embalagens teve alta de 2,66% no primeiro semestre na comparação com o primeiro semestre do ano passado. O levantamento foi feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pedido da Associação Brasileira de Embalagem (Abre). O resultado foi impulsionado pela expansão de 4,81% registrada no primeiro trimestre. No segundo trimestre, o indicador cresceu apenas 0,56%. Para o segundo semestre, a projeção é de crescimento de 1%.

O resultado projetado para o este ano aponta alta de aproximadamente 2% sobre 2012, de acordo com o coordenador de análises econômicas do Instituto de Economia da FGV e do estudo, Salomão Quadros. O material aponta ainda que a receita do setor, medida pelo valor da produção física de embalagens, somará R$ 50,4 bilhões. O montante representa expansão de 7,9% em relação à receita de R$ 46,7 bilhões de 2012.

 

Comentários


menu
menu