Rexam tem unidades reconhecidas por excelência operacional

As unidades da Rexam de Manaus (AM), Extrema (MG) e Cuiabá (MT), foram premiadas com duas medalhas de prata e uma de bronze, respectivamente, com o The Shingo Prize for Operational Excellence. As fábricas foram agraciadas em razão dos resultados obtidos nos processos de excelência operacional.

“Com essas conquistas, a Rexam consolidou seu lugar na elite das empresas de melhor desempenho operacional do mundo. Alcançamos, no Brasil, a marca de cinco plantas reconhecidas pelo Shingo por sua excelência operacional”, diz Carlos Medeiros, presidente da Rexam na América do Sul.

Em 2012, a fábrica de Águas Claras (RS) recebeu o reconhecimento máximo, o Prêmio Shingo (Shingo Prize), considerado pela indústria como um “Nobel” da excelência operacional. No mesmo ano, a unidade de Recife recebeu a medalha de prata.

O Prêmio Shingo foi criado pela Jon M. Huntsman School of Business da Universidade de Utah, em 1988, para reconhecer o progresso das empresas rumo a excelência operacional. O instituto avalia a aplicação de princípios de excelência, o alinhamento dos sistemas de gestão e a aplicação de técnicas de melhoria em todo o negócio. Aquelas que apresentam melhor performance são avaliadas e auditadas pelo comitê organizador.

 

Comentários


menu
menu