Morre o fundador da EFI

A EFI comunicou nesta quinta-feira (18/4) a morte de seu fundador e primeiro CEO, Efraim “Efi” Arazi. Ele faleceu no domingo, 14 de abril, dia em que completaria 76 anos de idade. Arazi criou a empresa em 1988, após uma pioneira carreira de 20 anos como fundador, presidente e CEO da primeira empresa de tecnologia de ponta de Israel, a Scitex Corporation.

Arazi atuou como diretor, presidente e CEO da Electronics for Imaging (EFI) de 1988 a 1994, orientando a empresa desde seu modesto início, com 18 funcionários, em North Beach, São Francisco. Com sua orientação técnica, a EFI lançou o Fiery, primeiro servidor colorido do setor de impressão, em 1991. A linha original de produtos EFI Fiery é hoje a principal tecnologia mundial de fluxo de trabalho colorido digital, com mais de 20 milhões de usuários.

“Estamos muito tristes com a morte de nosso fundador e um dos mais influentes líderes da história de nosso setor, e prestamos nossas condolências e sentimentos à família de Efi”, declarou Guy Gecht, atual CEO da EFI.

Arazi é considerado por muitos o pai do setor de tecnologia de ponta de Israel por seu trabalho na Scitex. No final dos anos 1960, também trabalhou com a NASA enquanto estudava no MIT, desenvolvendo a câmera usada para transmitir o pouso da Apollo 11 na Lua, em 1969.

Comentários


menu
menu