A tríade que vai impactar o mercado global de embalagens nos próximos anos

Por Mirelle Orpinelli*

 

Mirelle Orpinelli é bacharel em marketing e possui MBA executivo na mesma área. Na Aptar, atua como gerente regional de desenvolvimento de mercado Beauty + Home para a América Latina

Mirelle Orpinelli é bacharel em marketing e possui MBA executivo na mesma área. Na Aptar, atua como gerente regional de desenvolvimento de mercado Beauty + Home para a América Latina

É universal: umas funções principais da embalagem é atrair e seduzir para vender. A forma como os produtos são consumidos, no entanto, é que vem passando por grandes transformações. Com o compromisso de oferecer soluções personalizadas para sistemas de distribuição de embalagens em três grandes segmentos, na Aptar estudamos constantemente as megatendências que influenciam ou que influenciarão os mercados globais e locais. Na divisão Beauty + Home, parceira específica de soluções para os mercados de beleza, cuidados pessoais e com a casa, uma preocupação permanente é nos antecipar às expectativas do mercado, visando proporcionar diferenciação de marca para os nossos clientes e praticidade, com valor agregado, aos usuários finais.

Em pesquisas recentes da divisão, concluímos que três grandes movimentos vão impactar a indústria nos próximos anos: conveniência, personalização e experiências sensoriais. Combinados, esses três elementos já estão refletindo os anseios dos consumidores que, sobretudo nas últimas duas décadas, passaram a demandar praticidade, individualização, comodidade, customização e adaptação a necessidades racionais e emocionais. Nesse contexto, a embalagem do produto deve facilitar o cotidiano e ir além dos benefícios funcionais já conhecidos. Por quê? Pelo “simples” fato de os consumidores finais almejarem, nos dias de hoje, mais tempo com a família, com os amigos e com eles próprios, devendo a embalagem proporcionar conveniência.

Essa característica diz respeito à forma de facilitar a relação com o produto no dia a dia. É o caso, por exemplo, das novas embalagens personalizadas, que são muito mais fáceis de abrir e dispensam a utilização de outros dispositivos. Em suma: o mercado deve fornecer soluções que ajudem os consumidores, segundo o nosso estudo, a terem mais tempo para aproveitar a vida. As pesquisas apontam, por exemplo, que as embalagens personalizadas e que facilitam o acesso ao produto vão se destacar ainda mais nos próximos anos. E a estética continuará sendo fundamental. É ela que faz o produto “saltar aos olhos” em meio a dezenas de outras opções. Nesse sentido, será válido que a marca aprimore ainda mais o visual da embalagem, mantendo, porém, a coerência com o propósito do produto e, claro, com o perfil do público.

Já no quesito personalização, se manterá forte a tendência de adequar as características das embalagens às preferências do consumidor, que hoje possui maior acesso à informação, está cada vez mais exigente e opta por bens que satisfaçam melhor às suas necessidades. Há alguns anos, com a produção em massa, não dava para saber se o produto atendia plenamente aos anseios do cliente. Com a personalização, ao contrário, o mercado sabe exatamente o que ele almeja, o que reduz o riscos de produtos acumularem no estoque. A personalização traz uma série de oportunidades, propiciando às empresas desenvolverem funcionalidades específicas para explorar nichos próprios de mercado. Tudo isso acaba favorecendo a inovação.

Veja mais detalhes sobre a pesquisa AQUI.

Experiências Sensoriais

Embalagens têm atitudes, personalidade, e, além de atender a necessidades, também refletem expectativas. Nesse sentido, experiências que promovam sensações e que estimulem os sentidos vão dialogar com o consumidor de modo mais subjetivo, emocional e ao mesmo tempo direto. As marcas que criarem uma “aura de sensações” em torno dos seus produtos farão com que sejam mais lembrados pelo consumidor, saindo na frente dos concorrentes. Um exemplo é o novo aplicador de perfumes Note, desenvolvido pela Aptar Beauty + Home, cujo um dos objetivos foi ajudar as consumidoras a resgatarem a relação íntima com as fragrâncias de luxo. A embalagem confere ao produto uma experiência única. Com o Note, o nosso propósito foi retomar a delicadeza do gesto, que quase desapareceu com os vaporizadores, mas que permanece na memória afetiva das marcas e dos consumidores.

 

Comentários


menu
menu