Dow lança evolução em resinas com Dowlex GM

crystal_group_0681

À medida que o consumo evolui, o mercado passa a demandar embalagens mais eficientes e sustentáveis, que ajudem a reduzir o desperdício de alimentos ou perdas na cadeia logística, por exemplo. Para atender a esta tendência, a Dow lança sua mais recente inovação do negócio de Embalagens e Plásticos de Especialidades: o Dowlex GM, a nova família de resinas de polietileno linear de baixa densidade com foco em embalagens flexíveis e filmes industriais.

A família Dowlex GM endereça duas das maiores necessidades dos fabricantes de embalagens de alimentos. A nova tecnologia possibilita o desenvolvimento de filmes com melhores propriedades óticas, que ajudam a posicionar a embalagem como uma importante ferramenta de marketing, valorizando atributos como transparência e brilho, de forma a ter maior destaque no ponto de venda. As resinas também proporcionam maior resistência mecânica, garantindo a proteção do produto envasado até o consumidor final, e excelente capacidade de selagem.

adriano_aun-400-x-600

Adriano Aun

“A nova família Dowlex GM é uma importante inovação que traz mais competitividade à cadeia e que se soma aos outros lançamentos recentes, como as resinas para embalagens de precisão Innate e os adesivos de laminação Symbiex, oferecendo soluções completas tanto em embalagens primárias, quanto em secundárias e terciárias”, diz Adriano Aun (foto), gerente de Marketing de Embalagens de Alimentos & Especialidades da Dow para a América Latina.

“O diferencial para embalagens para alimentos – filmes para laminação e empacotamento automático – é que essa resina permite a produção de filmes com melhores propriedades óticas, seja transparência, seja melhor brilho. Isso ajuda a posicionar os produtos no varejo de maneira diferenciada, com melhor visualização, mais diferenciação na gôndola. É uma linha de produtos que entrega uma propriedade mecânica diferenciada, que ajuda na proteção do produto, numa selagem de alto desempenho”, explica o executivo.

A nova família de resinas também pode ser aplicada na produção de filmes strech com capacidade de estiramento superior, além de aumentar a resistência à perfuração, em relação aos filmes tradicionais. O resultado é a redução tanto na quantidade de filme utilizado por pallet quanto no número de rompimentos do filme durante a unitização. Este ganho em performance é crítico uma vez que as falhas no processo logístico resultam em danos aos produtos e aumento do custo para a cadeia, diminuindo sua eficiência.

“Na linha de filmes industriais, trata-se de um novo grade para o mercado de stretch. O produto entrega duas propriedades principais: alto nível de estiramento e ao mesmo tempo sem ter rompimentos e rupturas. Quanto mais estiramento, mais você demanda do filme stretch. Essa resina permite ter um estiramento bastante significativo sem prejudicar a principal propriedade, que é a proteção do pallet durante o transporte. Como consequência, há benefícios sustentáveis e econômicos, já que é utilizada uma quantidade mais adequada de filme por pallet”, conclui Adriano Aun.

roll_9106

Bobina de filme produzida com a nova resina Dowlex GM, da Dow

Comentários


menu
menu