UPM Raflatac firma parceria no projeto Bacias Jaguariúna

jaguari-river-19
A UPM Raflatac anunciou que irá contribuir na proteção da Mata Atlântica ao participar do projeto de reflorestamento de um hectare no Rio Jaguari (foto), em Jaguariúna (SP), onde a UPM Raflatac do Brasil está sediada e opera um terminal com suporte para o mercado da América do Sul. A UPM Raflatac firmou uma parceria com a prefeitura da cidade, Ambev, The Nature Conservancy, Associação Mata Ciliar, Embrapa e com a Agência das Bacias PCJ para este projeto de reflorestamento ao longo de um trecho do rio. O projeto terá início nesta quarta-feira, 5 de outubro, com um evento especial de plantio de árvores com participação de estudantes locais e dos funcionários da UPM Raflatac.

Parte do “Programa Bacias Jaguariúna”, que cria parcerias com empresas locais, o Projeto de Reflorestamento criará uma área de segurança para os ribeirinhos ao longo do Rio Jaguari, que colabora com 95% de fornecimento de água para a cidade da Jaguariúna. A área recuperada ajudará a melhorar a qualidade da água, evitando que poluentes cheguem ao fluxo do rio, com a plantação de 1 666 espécies de árvores nativas de mata atlântica, construção de cercas na área recuperada e com sua recuperação contínua. O projeto terá duração de dois anos com a prevenção de incêndios, tratamento do solo, irrigação e crescimento das árvores plantadas.

“Esse projeto é uma excelente oportunidade para os funcionários da UPM Raflatac se envolverem e contribuírem com a sustentabilidade de nossa comunidade local aqui no Brasil”, afirma Maurício Médici, Gerente geral, UPM Raflatac Brasil. “A bacia do Jaguari é a alma da região e é nosso dever protegê-la por um longo período. Agradecemos nossos parceiros locais pela cooperação nesse importante projeto de reflorestamento.”

Comentários


menu
menu