JBS Embalagens Metálicas expande atuação e entra no segmento de aerossol

JBS

A JBS Embalagens Metálicas inaugurou sua primeira linha de latas de aerossol em Lins, no interior de São Paulo. A unidade de negócio da JBS, que já atua com embalagens de aço para produtos alimentícios, estreia sua atuação no segmento químico. A nova linha tem capacidade produtiva acima de 70 milhões de latas por ano.

“Com essa expansão ampliamos nosso segmento de atuação, diversificando nosso portfólio, atendendo a outros mercados além de alimentos, o que está totalmente alinhado com a nossa estratégia de crescimento”, afirma Marcelo Jorcovix, diretor da JBS Embalagens Metálicas.

Com duas fábricas no Estado de São Paulo, a JBS passou a atura na área de embalagens com a compra da Bertin, em 2009. O que era para ser um negócio voltado a abastecer unidades da JBS ou de outras empresas do grupo, como a fabricante de cosméticos Flora, já tem metade da receita vinda de clientes externos.

A nova operação inicia atendendo à demanda do setor de higiene e limpeza, mas já há planos para expansão para novos segmentos, com linha de cosméticos, inseticidas, veterinária, desodorizador de ambiente, além dos setores automotivo, de construção civil e industrial.

Segundo a JBS, a nova linha instalada, além de apresentar tecnologia de ponta, possui um diferencial em relação à qualidade interna da lata, sendo a única do Brasil a utilizar proteção da solda interna com pó eletrostático. A linha de aerossol da JBS é uma das mais modernas do mundo e segue as exigências regulatórias ambientais que começam a valer a partir de 2020, conforme acordo climático firmado pela União Europeia.

O valor do investimento na nova linha de aerossóis não foi divulgado.

Comentários


menu
menu