Produção de embalagens deve crescer 2% em 2013

A produção da indústria de embalagens deve crescer 2% na comparação com 2012. A projeção é de estudo elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pedido da Associação Brasileira de Embalagem (Abre). A receita dos fabricantes, medida pelo valor da produção física de embalagens, deve ser de aproximadamente 48 bilhões de reais neste ano, ante 46,1 bilhões de reais no ano passado.

De acordo com o coordenador de análises econômicas do Instituto Brasileiro de Economia da FGV, Salomão Quadros, que elaborou o estudo, a produção deve crescer cerca de 2,5% no primeiro semestre, em decorrência da fraca base de comparação do ano passado.

No segundo semestre, as projeções oscilam entre um crescimento levemente acima de zero e alta de até 1,5%. Dessa forma, o resultado anual cresceria entre 1,5% e 2%. A diferença entre os números é sustentada nas incertezas quanto aos rumos da política econômica brasileira e da inflação, segundo Quadros.

 

Comentários


menu
menu