MST vai gerir fábrica de embalagens de vidro no Rio Grande do Sul

Uma parceria entre os governos do Rio Grande do Sul Executivo e federal, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), irá viabilizar a implantação de uma fábrica de embalagens de vidro que será gerida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A indústria produzirá embalagens que serão usadas pelas agroindústrias familiares dos estados do Sul (RS, SC e PR). A fábrica, denominada BR Envidreo, será instalada em terreno de 10 hectares que será cedido pelo Estado no Distrito Industrial de Montenegro, na região metropolitana de Porto Alegre. “O local foi escolhido por ser estratégico ao processo logístico que a fábrica abrangerá”, afirmou o coordenador do MST, João Pedro Stédile.

O projeto da fábrica de embalagens está avaliado em 40 milhões de reais e está sendo estudado por técnicos do BNDES e Banco Regional de Desenvolvimento Econômico (BRDE). A fábrica terá apoio tecnológico do governo do Uruguai. O processo gerará em torno de 300 postos de trabalho diretos. A fábrica deverá estar em funcionamento até a metade de 2013.

Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa do RS

Comentários


menu
menu