Justiça australiana decide que maços de cigarro não podem ter marcas

Modelos dos novos maços da Austrália

A Suprema Corte da Austrália manteve a lei aprovada pelo governo do país que obriga as fabricantes de cigarro a vender o produto em embalagens sem logotipos. A Justiça considerou constitucional a lei aprovada no ano passado que proibiu as companhias fabricantes de cigarro de colocar logotipos e marcas nos maços. A ação contra a lei foi contestada pelos principais produtores de tabaco do país (Japan Tobacco Trone, British American Tobacco, Philip Morris International e Imperial Tobacco Group).

A partir do final deste ano, as empresas terão que vender os cigarros em caixas verdes, sem nenhum logotipo, apenas com o nome do cigarro. Fotos e alertas de saúde devem ocupam a maior área da embalagem.

A Austrália passa a ser o país com a legislação mais severa sobre embalagens de cigarros. Vários países, entre eles a Grã-Bretanha, Noruega, Índia e Canadá, estão analisando a possibilidade de introduzir a mesma lei.

 

Comentários


menu
menu