Anuga FoodTec: Tetra Pak amplia o portfólio de soluções “verdes”

A Tetra Pak anunciou hoje novos atributos “verdes” disponíveis em sua gama de embalagens cartonadas assépticas.

Entre os lançamentos está um sistema que procura facilitar a reciclagem da Tetra Evero Aseptic, garrafa cartonada lançada pela empresa no início de 2011 com foco no envase de leites. Agora o consumidor pode remover facilmente o topo (gargalo) de polietileno da garrafa, separando-o do corpo cartonado, para destinar cada um dos dois componentes para seu respectivo processo de reciclagem.

Segundo a Tetra Pak, o novo mecanismo de separação não prejudica o desempenho da embalagem e não implica custo extra aos clientes.

Veja um vídeo sobre o funcionamento do mecanismo:

Outra novidade é a ampliação da gama de tampas plásticas (para caixinhas) moldadas a partir do polietileno “verde” da Braskem, derivado do etanol da cana-de-açúcar. Empregado inicialmente apenas no modelo de tampa StreamCap 1000 – o mesmo adotado pioneiramente no Brasil por leites da Nestlé, em julho de 2011 -, o material passa também a ser utilizado nos fechamentos DreamCap 26, LightCap 30 e Helicap 27 (na foto).

Assim como acontece com a StreamCap, as novas tampas “verdes” serão distinguidas das versões tradicionais, feitas de plástico derivado do petróleo, pelo gravação em relevo de uma folha em seus topos.

As novidades estão sendo apresentadas ao mercado na feira de alimentos Anuga FoodTec, que começou hoje em Colônia, na Alemanha, e fecha as portas no próximo dia 30. No evento, o presidente da Tetra Pak, Dennis Jönsson, declarou: “O consumidor global de hoje exige embalagens ‘verdes’. Combinado a isso, nossos clientes procuram produtos que apóiem suas abordagens sustentáveis de negócios. Nossas novas adições procuram ajudar os clientes a demonstrar suas credenciais sustentáveis tanto para os consumidores quanto para seus mais diversos stakeholders.”

 

Comentários


menu
menu