Rótulos absorvem gás carbônico

A japonesa Sato, fabricante de soluções para codificação e rotulagem de embalagens, anunciou o lançamento de uma nova tecnologia capaz de reduzir a liberação de gás carbônico na incineração de rótulos e etiquetas autoadesivas.

Os rótulos, batizados de Econano, têm em seus adesivos cápsulas de nanovesículas (NVC) que absorvem o CO2 emitido durante a incineração em aproximadamente 20%. A novidade foi desenvolvida em parceria com o professor Masahiko Abe, da Universidade de Ciências de Tóquio.

Segundo cálculos da Sato, a substituição de 1 milhão de rótulos tradicionais de 50 milímetros por 85 milímetros utilizados ao longo de um ano por rótulos Econano resulta numa redução de 224 quilos de CO2 emitido durante a incineração. O volume equivale à quantidade de CO2 liberada durante a fabricação, uso e incineração de quase 5 000 sacolas plásticas.

Ainda de acordo com a empresa japonesa, a emissão de CO2 na incineração de rótulos pode ser reduzida em 50% através da combinação do Econano com a tecnologia Nonsepa de rótulos autoadesivos desprovidos de liner (suporte).

 

Comentários


menu
menu