Campanha para fado se tornar Patrimônio da Humanidade é divulgada em embalagens

A confeitaria mais conhecida de Portugal – a Pastéis de Belém –, ao lado do Mosteiro dos Jerônimos, em Lisboa, lançou uma campanha para apoiar a candidatura do fado, a tradicional música portuguesa, a Patrimônio Imaterial da Humanidade, em enquete promovida pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura. Para isso, as embalagens dos pastéis de são ilustradas com rostos de fadistas conhecidos.

Amália Rodrigues, Alfredo Marceneiro, Carlos do Carmo, Mariza, Camané e Maria da Fé são os artistas que o ilustrador André Carrilho desenhou para a edição especial de 200 mil embalagens. As caixas têm um voucher para visitar o Museu do Fado e um QR code que permite assistir ao vídeo da candidatura do Fado (veja abaixo).

A decisão da UNESCO deverá ser conhecida em Novembro.

Comentários


menu
menu