Revista Embalagem Marca
Publicado em 04/07/2011 10h54

Aurora muda embalagem do vinho Saint Germain

 

A Cooperativa Vinícola Aurora renovou a embalagem do vinho Saint Germain, uma de suas marcas mais importantes. A vinícola segue a tendência mundial de utilização sistema screw cap (tampa de rosca), que permite o refechamento da garrafa. A mudança na linha de vinhos Saint Germain não se resume ao fechamento das garrafas: a garrafa, fornecida pela Owens-Illinois, mantém seu formato original, que diferencia o produto na gôndola, porém com a utilização de 10% menos de vidro na sua composição, sem comprometer a resistência da embalagem e a segurança do produto. O rótulo da linha Saint Germain também foi atualizado, com destaque para a marca e com cores específicas para cada variedade de uva.

 

Tags:

  • Leda Silva disse:
    27 de setembro de 2011 às 7:44

    Fiquei decepcionada com a troca da Tampa do Vinho Saint Germain,e a força do hábito fez eu ir direto com o saca rolha, pois sempre ouvi falar que a rolha deixa o vinho mais saboroso, na entendi esta a troca e a sustentabilidade como fica? mas plastico para o meio ambiente.Eu adoro o vinho meio seco da Saint Germain.

  • vanessa disse:
    28 de outubro de 2011 às 14:54

    Não aprovei a mudança do fechamento da embalagem. Tirou o requinte e descaracterisou a tradição. Vinho com tampa de rosca da ideia de industrializados.

  • Carla disse:
    29 de novembro de 2011 às 21:29

    A rolha serve para conservar o sabor do vinho, com essa nova embalagem o sabor do vinho mudou muito, cheguei a achar que fosse falsificado de tão ruim que ficou, com gosto de vinho doce barato. Que ideia infeliz! Já não tomo mais dele.

  • Monica Souza disse:
    4 de dezembro de 2011 às 15:19

    Concodo com os comentarios acima , e digo mais time que esta ganhando nao se mexe , as prateleiras vao fica lotadas …. o sabor e outro pelo amor de Deus volta a rolaaaaaaaaaa.

  • mateus rosalem disse:
    3 de abril de 2012 às 13:22

    eu achei muito mais prático com essa nova embalagem Parabéns!

  • Joyce disse:
    15 de junho de 2012 às 18:55

    Concordo plenamente com o pessoal. O gostou do vinho mudou,além de tirar todo o romantismo da garrafa. Quando vou abrir o vinho, parece que estou abrindo uma garrafa de vodka.

  • kiko314 disse:
    29 de junho de 2012 às 16:27

    Tanto faz o sistema de fechamento da garrafa para este tipo de vinho. Ele vale pelo o que é cobrado R$ 9,90. Aliás pelo preço, ganha de muitos que cobram mais caro e tem sabor inferior. Para os que acham que estão tomando vinho este até que passa bem. Aliás já fiz um teste com um amigo que se diz entendedor de vinho que quando o tomou sem saber qual era o classificou como muito bom, é claro que não lhe contei qual vinho era. Com relação a garrafa acho ele bonito e as mulheres adoram, inclusive o vinho. De 0 a 10 para os vinhos até R$ 30,00 dou nota 8,5 o que é uma excelente nota, principalmente para alguns vinhos que custam próximo de R$ 30,00 e dou nota menor que 5.

  • Beatriz disse:
    23 de abril de 2013 às 21:16

    Em primeiro lugar gostaria de dizer que esse vinho é muito bom considerando o seu preço e concordo com kiko 314 em relação ao custo/benefício, em segundo lugar gostaria de lembrar que a atualização da embalagem ocorreu justamente para que o custo da produção não fosse elevado. Por último, porém não menos importante, deixo um link, para que vocês vejam a tendência do mercado. http://www.zahil.com.br/institucional.aspx?id=69

  • Jandir Manoel disse:
    29 de junho de 2013 às 10:48

    Primeiro que o ritual de se tomar um bom vinho é extrair-lhe a rolha. Há quem cheira a rolha, enfim é um conjunto de fatores, pois, vinho é uma bebida especial. Mas, há uma decepção maior nisso tudo. É ADICIONADO SACAROSE no produto. verifiquem os rótulos. É preciso dizer algo mais. Descartável.

  • carlos disse:
    2 de julho de 2013 às 0:04

    até parece que os dois comentário anteriores tem a intenção de camuflar uma realidade relatada por consumidores reais…

  • Magno disse:
    22 de setembro de 2013 às 18:33

    Acabei de abrir uma garrafa de blanc da safra de 2002. Devido a ação do fechamento tradicional em cortiça ele chega a estar amarelado e a suavidade é incomparável a garrafa que provei na semana passada com a nova embalagem e o sabor mudo em comparação a todas as safras anteriores. Uma pena que em um produto em que manda a tradição a industrialização acaba de interferir.

  • Juliano Soares disse:
    2 de abril de 2014 às 16:42

    Deixe de consumir este vinho no momneto que mudaram o sistema de fechamento das garrafas. Liguei na Vinicola na ocasião porém dizeram que é tendencia… O sabor alterou (segundo a Vinicola Aurora, o sistema não influencia… então devem ter caido na qualidade também.) Lamentável… agora estou consumindo o Marcus James que ainda não mudaram o sistema de fechamento… ainda….

  • Marcelo Adriano de Souza disse:
    2 de novembro de 2014 às 22:07

    Gostaria de salientar que a mudança da embalagem e da tampa na minha opinião,comprometeu o sabor que era característico da marca.O vinho parece mais aguado e sem a consistência que tinha.

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *