Sacolinhas plásticas serão banidas nos supermercado paulistas

As sacolinhas de plástico de petróleo serão banidas dos supermercados do Estado de São Paulo. A Associação Paulista de Supermercados (APAS) assinou acordo nesse sentido com o governo de São Paulo. O protocolo de intenções prevê o fim da distribuição das sacolas até o dia 25 janeiro do ano que vem. As lojas devem passar a vender sacolas biodegradáveis ou retornáveis.

O presidente da APAS, João Galassi, afirma que seus 1500 associados (3500 lojas) irão aderir à medida. O cronograma começa no dia 5 de junho, dia do meio ambiente, com uma campanha interna nos mercados. Em setembro, a ação chegará aos consumidores, com campanhas específicas.

A previsão é que, em 12 de novembro, todos os mercados estejam devidamente equipados com sacolas biodegradáveis e retornáveis. O fim da distribuição das sacolinhas de plástico de petróleo está programado para ocorrer em janeiro.

Comentários


menu
menu