Consumo de alumínio no Brasil cresce 29% em 2010

A Associação Brasileira do Alumínio – ABAL divulgou o desempenho do mercado brasileiro do alumínio em 2010 e a primeira previsão para 2011. De acordo com a entidade, o consumo doméstico de produtos transformados de alumínio, no ano passado, foi de 1.298,2 mil toneladas, o que corresponde a um aumento de 29% em relação ao volume registrado em 2009.

Continuando com a tendência de alta, a ABAL estima que em 2011 o consumo interno crescerá 13,2%, com todos os produtos de alumínio registrando elevação. Cabe destacar o desempenho do setor de Fios e Cabos, que prevê um acentuado crescimento de 58,4%, impulsionado pela expectativa de investimentos pelo setor elétrico.

Segundo o coordenador da Comissão de Economia e Estatística da ABAL, Mauro Moreno, desde a retomada da economia pós-crise de 2008, este é o nono trimestre consecutivo que registra um crescimento do consumo doméstico de alumínio.

O segmento de Embalagens continuou a ser o principal consumidor de alumínio em 2010, com 31% do consumo total. Em seguida, com 21%, está o setor de Transportes e, com 14%, o de Construção Civil.

Comentários


menu
menu